.

.

Goliardos

Os Vinhos

Newsletter

  • Categorias

  • Festa de encerramento do bar dos Goliardos

    21 September 2014 no comments

    IMG_0605 (Large)
    Caríssimos Goliardos,
    O bar dos Goliardos vai fechar definitivamente. O bar fecha, os Goliardos continuam.
    Andamos a ruminar o anúncio do encerramento há várias semanas, mastigamos palavras, bebemos um copo para ajudar, apagamos tudo e voltamos ao início. O bar dos Goliardos vai fechar ao fim de 9 anos de existência. Um cantinho do vinho autêntico na Mãe de Água por onde passaram algumas centenas de Goliardos para cursos de vinho com todos os sentidos apurados, 1001 noites de prova que ficaram pelas 101, noites de gargalhadas e tertúlias, encontros e reencontros. Uma toca que permitiu dar a conhecer vinhos de terroir, numa selecção especial de vários países da Europa feitos por produtores que inspiravam este espaço. Um local onde se criou um clube de Goliardos que adoptou uma forma mais aberta, exigente, ousada, ética e calorosa de beber vinho. Mais um gole para continuar.
    E então porque fechamos? Aaahhhhh, a Insustentável Leveza do Goliardo é um sentimento danado! Não somos lógicos, somos hedonistas idealistas. A embriaguez tem as suas razões que a razão desconhece. Precisamos de renovar as vinhas, arejar os solos. Buscamos novas vivências, temos vários projetos vínicos a iniciar e a nossa alma tem muitos braços mas o corpo apenas dois.
    Mas vamos desaparecer? Qual quê!! Fechamos uma porta para abrir várias janelas e tantas garrafas. Vamos continuar revigorados e com fogo. Todas as actividades que realizamos, cursos, provas, academia, garrafeira, irão continuar, apenas deixam de ser feitas na Praça da Alegria para serem feitas em espaços com quem temos parcerias de longa data, pelo que em breve terão notícias.
    Agora queremos convidar-vos a aparecerem no bar dos Goliardos nos últimos 3 dias dos Goliardos, 5ª, 6ª e Sábado, e muito em particular no dia 27 de Setembro, das 19h00 até à última gota para o último dia da vida do bar dos Goliardos. Iremos afogar lágrimas em vinho, e fazer bons brindes aos bons anos que este cantinho nos proporcionou, mas também ao futuro que nos reserva sempre boas peripécias. Prometemos vinhos do imaginário e petiscos do caraças, e faremos liquidação do stock, que de sólido já pouco tinha.
    Contamos convosco para um gole final porque afinal, somos todos Goliardos, gostamos de vinho, de poesia e de virtude.
    Nadir e Sílvia

    Quais os restaurantes e cafés de Lisboa dos quais os Goliardos são consultores e fornecedores de vinhos?

    27 August 2014

    - Esplanada À Margem, em Belém, em cima do Tejo, onde os proprietários dão privilégio em toda a sua carta à excelência. Os Goliardos são os responsáveis e fornecedores exclusivos dos vinhos da carta. www.amargem.com. É com o À Margem que realizamos o evento Vinho ao Vivo, com a presença de 30 produtores de vinhos goliárdicos de vários países.

    - Cafe Tati, junto ao mercado da Ribeira, um espaço criativo, com programa musical dinâmico, numa onda muito goliardica!

    - Café NOOBAI, esplanada no Miradouro de Santa Catarina
    Uma vista única sobre a cidade. Os Goliardos são fornecedores da carta de vinhos. www.noobaicafe.com

    Restaurante Couto, Principe Real
    Cozinha cuidada e criativa, de grande nivel!

    Restaurante Fumeiro, Santa Catarina
    Cozinha portuguesa com variaçoes engraçadas, em pequenas doses, para poder provar sabores varios!

    Esplanada Ever, Av. da Liberdade
    Um cantinho deliciosamente escondido em plena Av. da Liberdade para bons petiscos e vinhos

    - Restaurante Fortaleza do GuinchoOs Goliardos fornecem vinhos franceses para a Fortaleza do Guincho e irá co-organizar jantares vínicos.

    - Café do Monte, na Graça

    Academia de Outubro ’14

    10 October 2014 no comments

    Academia Out 2014

    Para encomendar, basta enviar um e-mail para info@osgoliardos.com.
    Entregamos ao domicílio em Lisboa a partir de 50€ de encomendas.

    Achado de Outubro ’14: Quinta do Romeu colheita 2011 do Douro

    10 October 2014 no comments

    IMG_0178 (Large)

    Este mês, caixa de 6 garrafas: 36€
    (promoção até 30 de Outubro, preço normal da caixa: 42€)
    Um Douro feito , feito com Touriga Nacional, Tinta Roriz, Sousão e Touriga Franca, perto de Miranda do Douro, num estilo menos potente do que a maioria dos vinhos da região, elegante e fresco.
    Para encomendar, basta enviar um e-mail para info@osgoliardos.com.
    Entregamos ao domicílio em Lisboa a partir de 50€ de encomendas.

    Caixa temática de Outubro ’14: Brancos que envelhecem (bem)

    10 October 2014

    Brancos que envelhecem (bem)

    E quem disse que os brancos não envelhecem??
    Um branco que envelhece bem sai fora dos frutadinhos jovens, de dentinhos de leite, para mostrar a sabedoria deliciosa que só os anos permitem. Ganham frequentemente aromas terciários de favos de mel, ervas aromáticas e chá, deixam o seu lado potente para ficarem mais equilibrados, integrados, finos e (…)

    Pacotes Panache da Academia de Setembro ’13

    13 September 2014 no comments

    No regresso aos copos com cheiro a vindimas, aqui vai a nossa selecção de Setembro para beber criteriosamente vinhos diferentes e ousados em casa!

    A. 5 Pacotes panaché, 5 caixas de vinho, cada qual com o seu preço, todas com com uma selecção variada para descobrir diferentes vinhos de terroir de diferentes países

    clique no post para conhecer os diferentes pacotes

    Vinho de Setembro ’14: CACHO 2012, Alentejo, Col Uvelhas Negras

    13 September 2014 no comments

    CACHO 1012, Alentejo
    Coleção Uvelhas Negras, vinho produzidos numa parceria entre produtores e os Goliardos
    Este mês, caixa de 6 garrafas: 39€
    (promoção até 30 de Setembro, preço normal da caixa: 45€)

    Cacho

    A Coleção Uvelhas Negras são vinhos produzidos por produtores de pura cepa em parceria com os Goliardos. São vinhos que procuram uma frescura e um carácter mais além do habitual, com ousadia goliárdica em pequenas quantidades. O Cacho é produzido com a Adega do Monte Branco, em Estremoz em solos xistosos e argilo-calcários, com uma base de Aragonês, Trincadeira, Alicante-Bouschet e Touriga Nacional, com um complemento de frescura com uvas brancas, e sem estágio em madeira. Exprime um nariz com fruta preta e aromas de mato seco, especiarias tipo canela, cravinho. O conjunto é macio, guloso e extraordinariamente fresco para um alentejano.

    Contactos

    Languages

    Pesquisa


    E ainda